terça-feira, 9 de abril de 2013

amor vs. café

O seu amor é como café quente. Desce pela garganta, queimando não só a ponta da língua, mas todo o caminho que encontra até chegar ao estomago. E lá, bem dentro do organismo, causa um tremendo desconforto. Não são as típicas borboletas que gente apaixonada sente, é uma sensação ruim mesmo. E eu percebo que era melhor ter assoprado mais, esperado mais, ter deixado esfriar um pouco para não ferir tanto. Também acho que faltou açúcar, faltou adoçar porque o gosto amargo impregnou na boca. Mas agora já foi, já tomei, já queimou. Da próxima vez eu tomo mais cuidado. Juro que tomo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário :)